A tutoria tornou-se bastante popular nestes anos. No centro desse movimento, podemos encontrar especialistas que, por alguma taxa, ajudam outras pessoas a fazer carreira, desenvolver habilidades e evitar erros típicos em certos ramos do conhecimento.

A vantagem desse método de ensino é que o aluno pode obter conhecimentos repletos de habilidades práticas. No comércio, esses serviços também são populares. Com ele, alguns gestores começaram como experts e até abriram escolas de trading e investimentos.

No entanto, os iniciantes estão se perguntando como escolher um mentor. As pessoas adotam maneiras diferentes de fazer isso: algumas encontram um mentor imediatamente, outras começam com autoeducação. Neste último caso, as taxas são cobradas pelo mercado na forma de perdas que os comerciantes experimentam para erros. Este artigo é dedicado aos detalhes da mentoria em negociação: por que especialistas nisso e como um iniciante deve escolher um tutor.

Por que um trader experiente deve ensinar alguém

Quando um iniciante começa a procurar um mentor, ele encontra anúncios de muitos investidores que, por sua vez, demonstram resultados impressionantes e somas com muitos zeros. Surge uma pergunta: por que eles precisam ensinar outra pessoa e ter mais olhos para isso? Na minha opinião, existem vários motivos:

1. Nova fonte de renda
Se um negociante cobra taxas pelo aprendizado, isso significa que ele deseja uma compensação pelo tempo e esforço que poderia despender na negociação. Conseqüentemente, essas lições não podem ser baratas. Além disso, dessa forma os gestores podem ganhar dinheiro atraindo pessoas - seus alunos - para programas de parceria de corretores. É assim que os comerciantes ganham dinheiro em suas negociações. Na maioria das vezes, os alunos se tornam investidores e aumentam o capital de seu gerente.

2. Vaidade
As qualidades humanas também estão presentes nos comerciantes, e muitos deles anseiam por reconhecimento social. Eles gostam de feedback positivo de ex-alunos. Alguns gerentes simplesmente gostam do processo de ensino.

3. Entusiasmo
Existem categorias de pessoas que desejam ser úteis para a sociedade. Esses especialistas são poucos, mas o entusiasmo também pode levar as pessoas à orientação

Destacarei casos especiais em que as pessoas não conseguem negociar com sucesso por razões psicológicas. Excitação, falta de equilíbrio mental e instabilidade emocional são as razões para o histórico de negociações negativo. No entanto, eles têm experiência, experiência e conhecimento pedagógico. Por outro lado, é difícil distinguir esses comerciantes de fraudes que procuram curtidas e assinantes nas redes sociais.

Como escolher um mentor?

Compreendendo os motivos que levam os traders a ensinar, vamos descobrir como escolher um bom mentor.

Em primeiro lugar, decida-se sobre seus objetivos. Você precisa aprender o básico ou tornar sua negociação melhor? No primeiro caso, quando você precisa do básico, não há razão para procurar a ajuda de um trader experiente. Na Internet, há uma abundância de materiais gratuitos que podem ajudá-lo a se orientar nas principais noções e categorias. Então você pode praticar em uma conta demo, mudar para uma conta de centavos e então decidir seu estilo de negociação dependendo de seu personagem. Assim, você obterá alguma experiência, positiva ou não.

Ao escolher um mentor, verifique não só os resultados, mas também o tipo de sistema de comércio. Se você se sente psicologicamente desconfortável com escalpelamento, não há razão para aprender com um cambista, pois você não terá nenhum resultado.

Os seguintes fatores são importantes:

1. Estatísticas de negociação. Seu mentor deve ter uma conta pública mostrando os resultados de todas as suas negociações.
2. Contato confiável. O mentor deve parecer legal para você porque as questões financeiras exigem confiança mútua.
3. O tutor não deve prometer milagres. Nenhum especialista pode dar uma garantia de 100% da eficácia de seu sistema de negociação. Se você enfrentar esse tipo de profissional, pense duas vezes antes de aprender com ele. O mentor deve estar pronto para contar a verdade amarga, sacudindo o aluno. Essa é a questão de ser sincero.
4. O mentor deve abrir espaço para sua iniciativa. Caso contrário, você terá problemas para negociar por conta própria. Sua prática no mercado real deve ocupar pelo menos 40% do seu tempo de aprendizado. Muitos aspectos são mais bem compreendidos na prática.

Alguns mentores têm caracteres em mensageiros, onde você pode conhecer os formandos anteriores. Reserve um mês para monitorar a qualidade da análise do trader, obtendo você mesmo o conhecimento inicial, como eu disse acima. Caso contrário, você pode ser vítima de sua própria credulidade.

Preço e tempo de aprendizagem

O preço do seu aprendizado dependerá da perícia do seu trader. Aconselho você contra cursos mais baratos do que 150 dólares para aprendizagem em grupo. Como escrevi acima, o gerente tentará compensar o tempo que gastou com os alunos. Além disso, o preço será influenciado pelo número de alunos bem-sucedidos e pela lucratividade de suas negociações.

Quanto à duração do aprendizado, você não precisará de menos de 3 meses. Prepare-se para o longo caminho. A duração ideal é de 6 meses.

Além disso, verifique a forma de aprendizagem. Você pode estudar:

  1. Num grupo.
  2. Individualmente.
  3. Na forma de consultas, estudando apenas alguns blocos do programa.

Fechando pensamentos

Com o tempo, o iniciante percebe a necessidade de aprender com um gerente mais experiente. A demanda por tais serviços constitui a oferta de serviços de mentoria.

Os motivos básicos que fazem os comerciantes trabalharem como professores são a renda adicional, o desenvolvimento de uma rede de parcerias e fatores psicológicos subjetivos. Escolha um mentor, verifique as estatísticas de sua conta de negociação pública, certifique-se de que o sistema de negociação se adapte ao seu personagem e nunca confie 100% em suas promessas.

O preço do curso depende da popularidade do mentor e da lucratividade da estratégia. A duração do aprendizado pode variar de 3 a 6 meses. Tente aprender individualmente.


O material é preparado por

Está no mercado desde 2012. Possui formação superior em finanças e economia. Começou a operar no mercado de câmbio Forex, depois se interessou pelo mercado de ações e agora se especializou em análise de IPOs e investimentos de portfólio.