Há uma abundância de instrumentos para analisar empresas, índices financeiros entre eles. Hoje eu estou falando sobre um deles - o Índice de Dívida sobre Patrimônio Líquido, ou Dívida/Patrimônio.

Demonstra a relação entre o capital que a empresa possui e o que empresta. Simplesmente falando, é a dívida da empresa dividida pelo seu patrimônio, assim como o nome diz. O multiplicador ajuda a entender o que compunha os ativos da empresa. Em certos casos, D/E também é chamado de alavancagem financeira.

O índice é útil para verificar a situação financeira atual da empresa, se ela poderá se desenvolver no futuro e se gerará lucro.

Como calcular a Dívida sobre o Patrimônio Líquido

A fórmula para D/E é a seguinte:

Dívida sobre o Patrimônio Líquido = Passivo / Ativo

  • Os ativos de uma empresa são todo o dinheiro que ela tem.
  • Passivos são todo o dinheiro emprestado (créditos, empréstimos, dívidas).
  • Os passivos de curto prazo são usados ​​para pagar as lacunas de caixa. Eles devem ser pagos dentro de um ano, o que os torna "custos" mais.
  • Passivos de longo prazo são usados ​​para dar vida a grandes projetos. Eles devem ser pagos dentro de vários anos, o que os torna "custos" menos. Ou seja, contabilizando a inflação, quanto mais tempo passa desde o momento em que o dinheiro foi emprestado até o momento em que deve ser devolvido, menor o custo dessa dívida.

Informações sobre passivos e ativos podem ser encontradas no relatórios financeiros da empresa na seção Passivo do Balanço Patrimonial.

Observe que nem sempre o fato de a empresa ter certas dívidas é negativo para ela. O dinheiro emprestado facilita a reestruturação, o desenvolvimento, o domínio de novas tecnologias e a expansão dos negócios. Tudo isso pode potencialmente render um lucro. Em suma, mesmo grandes e bem-sucedidas corporações às vezes emprestam dinheiro para o desenvolvimento de negócios.

O que significa D/E

  • Quando D/E é zero, a empresa não usa dinheiro emprestado, apenas seus próprios ativos. Isso nem sempre é um bom sinal. Podemos concluir que a administração é cautelosa em relação às finanças e, no futuro, a empresa pode lucrar menos do que poderia. Via de regra, essas empresas se desenvolvem lentamente, mas desfrutam de estabilidade no mercado. Seu dinheiro investido trará um lucro modesto, mas constante.
  • Acima de zero: significa que a empresa empresta algum dinheiro. Com esse D/E, as empresas podem potencialmente aumentar seus lucros. No entanto, você precisa saber em que eles gastam o dinheiro emprestado. A empresa pode estar encobrindo dívidas antigas, se aprofundando em problemas financeiros. No entanto, as empresas tendem a usar seus empréstimos com sabedoria.
  • Acima de um: a empresa empresta mais dinheiro do que tem. Se não tiver o suficiente para pagar suas dívidas, pode acabar falindo.

Qual D/E é o ideal

A resposta depende do setor em que a empresa trabalha. O nível condicionalmente ótimo é 0.5-0.7. Isso significa que a empresa utiliza a alavancagem financeira corretamente e tem algum futuro. Em casos excepcionais, o D/E ótimo é considerado 1.

Vantagens e desvantagens de D/E

As vantagens são:

  • Ajuda a comparar empresas pela proporção de seu próprio dinheiro e dívidas;
  • Mostra se a empresa empresta dinheiro de forma racional;
  • Demonstra a solvência da empresa;
  • Ajuda a avaliar as perspectivas para o desenvolvimento da empresa.

Desvantagens:

  • Não permite comparar empresas de diferentes setores;
  • Difere seriamente para empresas do mesmo setor, mas de países diferentes;
  • Ele precisa de novas informações sobre passivos e ativos que normalmente são publicadas uma vez por trimestre.

Ponto de partida

O índice Dívida sobre Patrimônio Líquido demonstra a relação entre o passivo da empresa e seu patrimônio líquido. Como indicador, tem vantagens e desvantagens e deve ser utilizado em conjunto com outros na avaliação de opções de investimento.

Tenha em mente que passivos maiores que o patrimônio líquido nem sempre são ruins. Empréstimos, especialmente os de longo prazo, desde que usados ​​com sabedoria, ajudam a empresa a se desenvolver e aumentar os lucros.


O material é preparado por

Está no mercado Forex desde 2009, também negocia na bolsa de valores. Participa regularmente de webinars RoboForex destinados a clientes com qualquer nível de experiência.