Nesta semana, os investidores ficarão de olho nos parâmetros de inflação nos EUA, no fluxo de relatórios da China e nas decisões dos reguladores.

Bancos Centrais: hora de aumentar as taxas

Investir em bancos europeus
Investir em bancos europeus

Os bancos de reserva da Nova Zelândia e Canadá estão tendo reuniões esta semana. Em ambos os casos, esperamos mais endurecimento das políticas de crédito e monetária. Para o RBNZ, a taxa crescerá de 2% para 2.5% ao ano, e para o Banco do Canadá – de 1.5% para 2%. Essas decisões são previsíveis, mas a volatilidade pode crescer tanto em NZD quanto em CAD.

Grã-Bretanha: fluxo de estatísticas

O país vai demonstrar em maio o PIB, a produção industrial e os volumes de construção. O Banco da Inglaterra apresentará um relatório sobre o mercado de crédito do país. Muito provavelmente, a GBP permanecerá deprimida.

EUA: de olho na inflação

Uma das principais publicações desta semana é o IPC de junho. A previsão é de um crescimento de 1.1% m/m após um aumento de 1% em maio. Isso significa que a espiral da inflação está girando, dando ao Fed um sinal para aumentar a taxa. O dólar pode ficar ainda mais caro.

Austrália: AUD é fraco

Como negociar o par de moedas AUD / USD?
Como negociar o par de moedas AUD / USD?

Esta semana, a Austrália estará muito ativa no calendário. O país divulgará o ICC em julho e as taxas de emprego/desemprego em junho. Além disso, a China publicará relatórios que podem influenciar o AUD. Por enquanto, o AUD permanece fraco e poucas coisas podem mudar a situação.

China: garantia de estabilidade

A China está preparando toda uma carga de estatísticas: balança comercial em junho, PIB no segundo trimestre, produção industrial, investimentos em ativos básicos, taxa de desemprego e vendas no varejo em maio. Quanto mais estáveis ​​forem os relatórios, melhor será para as economias dos países em desenvolvimento.


O material é preparado por

Um trader de Forex com mais de 10 anos de experiência em bancos de investimento líderes. Ela dá sua visão ponderada dos mercados por meio de artigos analíticos, regularmente publicados pela RoboForex e outras fontes financeiras populares.